O maior iceberg do mundo está à deriva na Antártica.

O maior iceberg do mundo está à deriva na Antártica.

21 de maio de 2021 Off Por dekster

Crédito da imagem: ESA / Observação da Terra.

 

 

 

O pedaço de gelo, que tem cerca de  170 quilômetros  de comprimento e 1 25 quilômetros de largura, foi avistado por satélites quando partiu do lado oeste da plataforma de gelo Ronne da Antártica, de acordo com a Agência Espacial Europeia . O iceberg agora está flutuando livremente no Mar de Weddell, uma grande baía no oeste da Antártica onde o explorador Ernest Shackleton uma vez perdeu seu navio, o Endurance, para embalar gelo.

O iceberg de 4.320 quilômetros quadrados  – que agora é o maior do mundo e foi chamado de A-76, devido ao quadrante antártico onde foi localizado pela primeira vez – foi capturado pelo Copernicus Sentinel da União Europeia, uma constelação de dois satélites que orbita os pólos da Terra. Os satélites confirmaram uma observação anterior feita pelo British Antarctic Survey, que foi a primeira organização a notar a separação.

 

Como a plataforma de gelo da qual este iceberg se partiu já estava flutuando na água, o evento não afetará diretamente o nível do mar. No entanto, as plataformas de gelo ajudam a diminuir o fluxo das geleiras e correntes de gelo para o mar; então, indiretamente, a perda de partes de uma plataforma de gelo eventualmente contribui para a elevação do mar, de acordo com o National Snow and Ice Data Center (NSIDC). O NSIDC também diz que o continente da Antártica, que está se aquecendo a um ritmo mais rápido do que o resto do planeta, contém água congelada suficiente para elevar o nível global do mar em 60 metros . Os cientistas não acham que a mudança climática induzida pelo homem tenha causado o despendimento do A-76 ou de seu predecessor próximo, o A-74.

© 2021, Esfera Ciência . Todos os direitos reservados. É permitida a copia da matéria desde que o link do artigo seja citado.