Misteriosas estruturas de pedra antigas descobertas na Arábia Saudita.

Misteriosas estruturas de pedra antigas descobertas na Arábia Saudita.

24 de agosto de 2020 0 Por dekster

Crédito da imagem: Groucutt et al. /  O Holoceno.

A história pré-islâmica da Arábia Saudita recebeu poucas pesquisas e foi apenas nos últimos anos que os arqueólogos começaram a investigar os vastos desertos do país. Os especialistas descobriram mais de 100 estruturas de pedra misteriosas que estão entre as mais antigas já descobertas, ainda mais antigas do que as pirâmides.

Por exemplo, massivas estruturas de pedra chamadas “pipas”, provavelmente usadas em massivas caçadas de animais, foram identificadas. Além disso, um grande número de geoglifos de pedra foi encontrado, conhecido pelos beduínos locais como “obra dos velhos”, relata Ancient Origins. No entanto, um novo tipo de estrutura, denominado “mustatil”, ainda está em estudo. Juntas, essas misteriosas estruturas de pedra recém-descobertas nos desertos da Arábia Saudita oferecem aos cientistas novas perspectivas sobre a vida no mundo antigo durante a transição da vida pastoral nômade para a sociedade neolítica.

 

Estruturas misteriosas encontradas com imagens de satélite.

As enigmáticas estruturas do mustatil foram identificadas pela primeira vez por uma equipe formada por especialistas da empresa Max Planck na Alemanha. Eles usaram imagens de satélite de alta resolução, bem como dados do Google Earth para localizar essas estruturas. O foco do estudo foi o deserto de Nefud, no norte da Arábia Saudita. Para encontrar essas estruturas misteriosas, os pesquisadores mapearam a localização de recursos específicos e sua proximidade com recursos locais, como a água. No total, cerca de 104 mustatils foram encontrados até o momento.


Localização dos principais mustatiles encontrados no nordeste da Arábia Saudita (Groucutt et al. /  The Holocene  )

Referência:  Ancient Origins.

© 2020, Esfera Ciência . Todos os direitos reservados. É permitida a copia da matéria desde que o link do artigo seja citado.