Crédito da imagem: Stephen Hummel.

As “medusas elétricas” ficam vermelhas devido ao nitrogênio flutuando alto na atmosfera terrestre.

Alguns dos caçadores de tempestades perseguem relâmpagos vermelhos semelhantes a tentáculos no céu durante uma tempestade, que acontecem tão rapidamente que olhar para eles fará você duvidar de seus sentidos. É uma eletricidade ultrarrápida que viaja pela atmosfera a 60-80 quilômetros de altura e se move para o espaço.

A este respeito, o especialista Stephen Hummel, do Observatório McDonald, foi capaz de capturar a imagem majestosa de uma crista vermelha no Monte Locke, no Texas, em 2 de julho. O engraçado é que, até verificar sua câmera, não conseguiu confirmar o que realmente acreditava ter visto.

 

Referência:  The Weather Network.

© 2020, . Esfera Ciência – All rights reserved.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *