O aparecimento de Viola Peters.

O aparecimento de Viola Peters.

19 de agosto de 2020 0 Por dekster

Crédito da imagem: Garrett Killian.

A história que vou contar a vocês é sobre o caso de assassinato e sua vitima, Viola Peters .

Viola Peters , 50 anos, solteira e de boa família, morava sozinha na cidade rural de McCaysville , Geórgia. Apesar de ser a terceira de 7 filhos, seus pais lhe deixaram uma boa herança e, portanto, ela poderia ser definida como uma mulher rica.

Por ser uma mulher de bom coração, sempre disposta a ajudar os outros, fazia pequenos trabalhos, principalmente costurando e fiando para os moradores da cidade, obviamente sem exigir qualquer retribuição. Ela até recusou presentes e disse para dá-los às crianças mais pobres da comunidade. E isso não é tudo, pois Viola Peters usou parte de seus bens para doar à Igreja Batista.

Naquela época havia uma crise nos EUA (era o período da Depressão de 1929-1939) e em McCaysville as instituições se sustentavam graças à generosidade de Viola Peters. Toda essa caridade e vontade de trabalhar pela comunidade atraiu-lhe muita gratidão, carinho e também aproveitadores.

O encontro com Tom Cullin

Em outubro de 1934, chegou à cidade um certo Tom Cullin , um vagal que, após tentar ganhar dinheiro vendendo álcool, procurou um emprego que pudesse pelo menos sustentar seu consumo de álcool em bares. Eles o contrataram na refinaria de cobre da cidade e ele começou a levar uma vida bastante normal até que conheceu Viola Peters , a benfeitora de McCaysville . Imediatamente nasceu uma ideia na sua cabeça: enganar a mulher, cortejá-la e tentar fazer com que ela se apaixonasse por ele, para assim viver dos rendimentos dela para o resto da vida.

Tom Cullin imediatamente começou a colocar seu plano em prática, então ele seguiu Viola Peters em todos os lugares. No entanto, a mulher não pretendia se casar, e disse a ele para ficar longe dela, caso contrário, ela o denunciaria. O homem ficou furioso.

A morte de Viola Peters

Em julho de 1935, Tom Cullin entrou na casa de Viola Peters no meio da noite , onde a estuprou e a estrangulou com uma corda. Após o assassinato, para não levantar suspeitas dos vizinhos, ele ficou na casas de Viola Peters e, todos aqueles que a procuravam, ele dizia que ela tinha ido passar alguns dias em Atlanta para visitar sua irmã doente e que ela havia pedido a ele que ficasse em sua casa durante a ausência.

O assassino ficou 17 dias naquela casa , depois colocou tudo de valor em sacos e se preparou para fugir. Por sorte, o homem foi detido pela polícia no meio da noite, justamente no momento em que tentava fugir com os bens roubados.

Quando descobriram o corpo de Viola Peters , o julgamento foi imediatamente iniciado e Tom Cullin foi condenado a 15 anos de prisão em frente a uma multidão enfurecida. Os cidadãos de McCaysville exigiam a pena de morte, mas o juiz, temendo um motim, fugiu rapidamente.

O enforcamento e o aparecimento de Viola Peters

Após a sentença, Tom Cullin foi levado para a prisão, mas permaneceu lá por pouco tempo, pois dois dias depois um grupo de habitantes invadiu a prisão e o capturou. Moradores de McCaysville conduziram o homem na velha ponte do rio Toccoa e depois de lincha-lo, o enforcaram.

Quase toda a cidade, até mesmo as crianças, pediam o enforcamento de Tom Cullin . Além disso, Garrett Killian , testemunha do linchamento, queria tirar fotos, para que todos soubessem de fato que a justiça havia sido feita.

Quando a fotografia foi publicada no “Atlanta Constitution” , causou espanto por dois motivos:

1) Aquela fotografia representava o testemunho evidente de como o povo havia burlado a lei, fazendo justiça com as próprias mãos.

2) Uma silhueta na fotografia chocou todos que a viram. De acordo com os habitantes de McCaysville, próximo ao prédio de madeira, ali estava Viola Peters , ou melhor, a imagem de Viola Peters que estava testemunhando o enforcamento de seu assassino.

Crédito: Garrett Killian.

Apesar de poucas referência sobre o assunto, seria uma pareidolia ou apenas uma lenda da comunidade local ?

 

© 2020, Esfera Ciência . Todos os direitos reservados. É permitida a copia da matéria desde que o link do artigo seja citado.