A ameba ‘comedora de cérebro’ é um assassino indescritível

A ameba ‘comedora de cérebro’ é um assassino indescritível

25 de julho de 2019 0 Por Belois

Crédito de imagem: NNEHRING/GETTY IMAGES /

Um homem na Carolina do Norte tornou-se a mais recente vítima de um tipo raro, porém altamente mortal, de micróbio transmitido pela água.

Eddie Gray, de 59 anos, estava nadando em um lago artificial perto de Fayetteville quando, sem saber, encontrou o assassino microscópico que, em apenas dez dias, o matou.

Apesar de seu nome, no entanto, a ameba que come o cérebro – ou Naegleria fowleri – na verdade não come cérebro.

Normalmente, entra no corpo de uma pessoa através do nariz e sobe pelo nervo olfativo. Quando o sistema imunológico do hospedeiro reage ao intruso, o cérebro incha – resultando em morte.

Embora as chances de isso acontecer com você sejam extremamente baixas, as que têm a infelicidade de serem infectadas pelo micróbio têm menos de 3% de chance de sobrevivência.


Conteúdo restrito. Para visualizar a matéria completa, assine o Acesso VIP 

 



Referência: The Atlantic.

© 2019 – 2021, Esfera Ciência . Todos os direitos reservados. É permitida a copia da matéria desde que o link do artigo seja citado.